Universidade de Uberaba
ACONTECE NO MPHU

MPHU e PCMG discutem Saúde Mental em parceria inédita

27/05/24

A parceria do Mário Palmério Hospital Universitário (MPHU) com a Polícia Civil de Minas Gerais promoveu, na sexta-feira (24), uma capacitação focada na saúde mental do contingente. O encontro teve como palestrante a gerente médica do Instituto Maria Modesto (IMM), a psiquiatra Bárbara Rocha Carvalho.

Ela abordou o estresse mental e como lidar com a situação no ambiente de trabalho. "Discutir a saúde mental é essencial para os profissionais da segurança pública", informou.

Segundo a psiquiatra, esses servidores estão suscetíveis a fatores de risco que incluem a exposição frequente à violência física e emocional, sobrecarga de trabalho, trabalho em turnos, às vezes expostos a risco de vida durante o trabalho, falta de infraestrutura e de mão de obra.

A médica explica que os sintomas do estresse mental incluem irritabilidade excessiva, impaciência, desinteresse pelas atividades que antes interessavam, alterações no sono e apetite, exaustão emocional, prejuízo na memória e atenção, pensamentos de morte e perda de sentido e propósito na vida. "Em casos de ansiedade, podem surgir sintomas físicos como sudorese, taquicardia e dispneia", completa.

Parceria

De acordo com o diretor técnico das unidades hospitalares da Sociedade Educacional Uberabense (SEU), o médico Raelson Batista, a parceria é considerada inédita e prevê palestras que abordam diversos temas de relevância para o dia a dia de todos os policiais e servidores administrativos da PCMG de Uberaba e região.

"Dentre as palestras, inclusive, priorizamos a abordagem em saúde mental e técnicas de preservação da integridade psíquica diante do intenso esforço diário numa das profissões com maior impacto social existente", destaca o diretor.

Segundo o Anuário Brasileiro de Segurança Pública de 2022, Minas Gerais possui a segunda maior taxa de suicídios entre policiais civis no Brasil, logo após São Paulo. Além disso, entre os anos de 2020 e 2021, o número de suicídios entre policiais cresceu 55%, saltando de 65 para 101 casos em todo o país.

A parceria foi firmada em 2022 e surgiu a partir de uma visita da Coordenação Médica Estadual da PCMG ao Hospital Universitário da Uniube. Desde então, vários encontros foram realizados com temas como "Quem ama não adoece" e "Parada cardiorrespiratória", entre outros.

 

Daniela Brito